Auto Scaling: quais são as vantagens dessa técnica

Auto Scaling é um recurso que permite que as organizações aumentem ou diminuam automaticamente serviços em nuvem, como capacidades de servidor ou máquinas virtuais, com base em situações definidas, como níveis de utilização de tráfego.

Provedores de computação em nuvem, como Amazon Web Services, oferecem ferramentas de escalonamento automático.

Confira, a seguir, quais são os principais benefícios dessa estratégia!

Por que contar com um serviço de Auto Scaling

Se você já recebeu um erro de “capacidade insuficiente” ao tentar iniciar um aplicativo, sabe as perdas de produtividade e a frustração que pode causar a falta de instâncias. 

Mas os clientes que usam seus aplicativos para fazer compras e os funcionários que precisam de seu software de missão crítica não têm tempo para esperar que mais de um tipo de instância esteja disponível. 

Você pode evitar que esse problema se repita com a ajuda de ferramentas e serviços de Auto Scaling.

Três grandes benefícios do Auto Scaling

  1. Custo. Quando as cargas estão baixas, o escalonamento automático permite que as empresas gerenciem sua própria infraestrutura e os negócios que dependem da infraestrutura em nuvem para colocar alguns servidores no modo de hibernação. Isso reduz os custos de eletricidade e de água, onde a água é usada no resfriamento. O escalonamento automático da nuvem também significa pagar pelo uso total em vez da capacidade máxima.
  2. Segurança. O escalonamento automático também protege contra falhas de aplicativo, hardware e rede, detectando e substituindo instâncias não íntegras, ao mesmo tempo em que fornece resiliência e disponibilidade de aplicativos.
  3. Disponibilidade. O escalonamento automático melhora a disponibilidade e o tempo de atividade, especialmente quando as cargas de trabalho de produção são menos previsíveis.

Embora muitas empresas tenham um ciclo diário, semanal ou anual definido para controlar o uso do servidor, o escalonamento automático é diferente, pois reduz a chance de ter muitos ou poucos servidores para a carga de tráfego real. 

Isso ocorre porque o escalonamento automático responde aos padrões de uso reais, em contraste com uma solução de escalonamento estático.

Por exemplo, uma solução de dimensionamento estático pode contar com a ideia de que o tráfego costuma ser menor às 2h e fazer alguns servidores hibernar nesse horário. No entanto, na prática, pode haver picos nesse momento — talvez durante um evento de notícia viral ou outros momentos inesperados.

→ Aprofunde-se mais no tema do Auto Scaling com este eBook:

Clique no banner para fazer download.