Como criar um ambiente escalável com container na AWS?

Como criar um ambiente escalável com container na AWS?

É possível criar um ambiente escalável com container na AWS? Essa é uma dúvida comum para quem ainda tem dúvidas sobre Container.

Deivid Bitti, cientista chefe da Flexa Cloud explica essa abordagem padrão para empacotar código, configurações e dependências de aplicativo em um único objeto.

No vídeo a seguir, você também tem uma explicação de como se dá essa escalabilidade na Amazon Web Service por meio da conteinerização. 

Confira!

Containers são escaláveis?

“Não existe outra forma de escalar sua aplicação tão rapidamente que não seja através de containers. Pela redução do tempo de boot, que você não vai ter, pois as máquinas estarão previamente ligadas.

E uma outra coisa muito importante: à medida que eu empacotei toda minha aplicação, e tenho diversos ambientes — desenvolvimento, homologação e produção, por exemplo —, consigo de forma muito rápida empacotar de forma que as variáveis de ambiente daquele container descrevam as configurações que eu preciso ter. 

Então posso ter ambientes de desenvolvimento, homologação e produção exatamente idênticos, garantindo que vou ter capacidade de reproduzir qualquer versão. As únicas coisas que muda são, por exemplo, usuário e senha do bancos.

É a melhor forma hoje de se fazer uma trilha de desenvolvimento da sua aplicação. Isso porque uma vez que a aplicação está dockerizada, garantimos que não faltou nada. Tudo o que a aplicação precisa para funcionar está intrinsecamente ligada a ela. 

Uma outra coisa bacana é que o próprio dockerfile é versionado junto com a aplicação. Assim, o próprio desenvolvedor controla o ambiente que a aplicação precisa para poder rodar.

Isso é importante, pois uma vez que é preciso rodar em em produção, não é necessário ter todo um time de operação para instalar — e aqueles manuais gigantes de instalação”. 

Como a Flexa Cloud pode ajudar?

“A Flexa é o grande parceiro da Amazon. Nós temos expertise experiência para rodar aplicações de altíssima demanda em ambiente conteinerizado da Amazon.

A Amazon possui diversos serviços. O principal deles, que nós utilizamos muito, é o AWS Fargate, que dispensa servidores para rodar containers. A gente simplesmente põe o container e roda em uma task. A vantagem disso é: se sua aplicação precisar rodar para milhares de containers, a própria Amazon já tem um pool de servidores disponível. Não é necessário gerenciar servidor, não há preocupação com tempo de boot.

Uma outra vantagem do AWS Fargate Spot, com o qual é possível reduzir até 90% o custo de uma task desde que se garanta a resiliência dela. 

Outra vantagem da Amazon é que ela tem diversos serviços  integrados. Por exemplo, o AWS Elastic File System (EFS), que é como se fosse um drive de rede onde é possível rodar, em todos os containers, no ambiente Fargate. 

A Amazon, em matéria de container, é hoje a melhor arquitetura para rodar qualquer aplicação que precise escalar rápido, com altíssima demanda. E você vai pagar pelo segundo da task que precisou.

Nós temos clientes hoje que em horários normais precisam, por exemplo, de duas tasks; mas durante um horário de pico, precisam de 30/40 tasks. Eles pagam apenas CPU e memória dos segundos das tasks utilizadas no período de pico.

Isso causa uma queda drástica no custos, algo muito superior a qualquer outra solução do mercado”.

→ Nós conseguimos lhe mostrar como é possível criar um ambiente escalável com container na AWS? Inscreva-se em nosso canal do YouTube para não perder nenhum dos nossos vídeos!