Computação em nuvem cresce no Brasil

O estudo “Desempenho Global sobre Computação em Nuvem”, feito pela BSA com 24 países que lideram o mercado de Tecnologia da Informação (TI) mundial, revela que o Brasil saltou da 22ª posição em 2016 para a 18ª em 2018.

O indicativo é positivo, pois revela que o Brasil investe em uma tecnologia que revolucionou a comunicação pela internet e ainda tem um potencial enorme.

Investimento em cloud computing no Brasil

O país acompanhou a tendência mundial de crescimento da computação em nuvem e também passou a investir mais nessa área.

Segundo pesquisas, o crescimento dos softwares na nuvem entre 2018 e 2019 esteve na faixa dos 22%, bem diferente do crescimento de 6% para as outras formas de software.

Já outro relatório, mostrou que 40% dos investimentos em TI das empresas latino-americanas serão baseadas na nuvem, e o Brasil abocanha uma boa parcela desse investimento.

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) divulgou dados referentes a 2017 que mostraram que o segmento de nuvem cresceu 51,7% no ano e atingiu uma receita de R$ 4,4 bilhões.

Ainda de acordo com a Brasscom, o crescimento no segmento entre 2018 e 2021 deve ser de 27% ao ano, o que fará com que se atinja a seguinte receita em cada uma das áreas da computação em nuvem:

  • Infraestrutura como serviço (IaaS): R$ 12,4 bilhões;
  • Software como serviço (SaaS): R$ 12,3 bilhões;
  • Plataforma como serviço (PaaS): R$ 4,3 bilhões.

Caso as expectativas se confirmem, o setor de cloud computing no Brasil deve atingir o valor de R$ 29 bilhões, o que provavelmente fará com que o país escale ainda mais posições no ranking mundial.

E você, está esperando o quê para migrar para a nuvem?

Quer saber mais? Agende um bate papo conosco! Temos uma equipe de especialistas focada nos processos de computação em nuvem e disposta a atender e entender suas necessidades! Entre em contato por aqui.