Monitoramento de Performance de Aplicações: como aproveitá-lo melhor em sua empresa?

Monitoramento de Performance de Aplicações APMC - Flexa Cloud

O Monitoramento de Performance de Aplicações (APMC) é um método de detecção e rastreamento para garantir que tudo, em termos tecnológicos, esteja funcionando como deveria. 

Em um nível básico, o APMC pode ser algo como uma ferramenta para testar regularmente o tempo de carregamento das aplicações. Uma abordagem mais abrangente inclui monitoramento de CPUs, análise de taxas de erro e monitoramento de tráfego, ao mesmo tempo em que adota uma abordagem proativa para identificar possíveis problemas. 

Sistemas mais evoluídos se integram a várias linguagens e estruturas, rastreiam transações e fornecem insights detalhados para garantir que os problemas sejam detectados e corrigidos rapidamente.

Não raro, muitas empresas já têm as ferramentas e os serviços certos de APMC e indivíduos competentes para melhorar suas operações de negócios em geral, mas não têm o conhecimento de como criar procedimentos que tornem isso possível. 

Pensando nisso, resolvemos trazer algumas dicas neste artigo. Confira, a seguir, algumas maneiras de melhorar a produtividade com o APMC!

Como melhorar a produtividade com Monitoramento de Performance de Aplicações

Monitore coisas fora do seu controle

Embora ser responsável pelos aplicativos possa fazer com que você sinta que está no controle total, nem sempre é esse o caso. Sempre há fatores externos a serem considerados ao monitorar o desempenho do aplicativo. 

Você vê isso frequentemente, por exemplo, quando o site de venda falha devido a um fluxo imprevisto de tráfego.

Você não pode controlar todas as variáveis, mas pode controlar o que acontece como resultado e quais processos são implementados para lidar com esses problemas no futuro. 

Aprender com seus erros ou deficiências é uma maneira de melhorar a produtividade em todas as áreas do seu negócio, além do APMC.

Coloque-se no lugar do usuário

Nossa sociedade moderna tem uma capacidade de atenção muito limitada. Leva apenas alguns erros para um usuário ficar frustrado e desinstalar seu aplicativo ou sair do seu site e nunca mais visitá-lo. 

Uma maneira de permanecer produtivo é sempre se colocar na cadeira do usuário; a experiência do usuário é o coração e a alma do negócio.

Esforce-se constantemente para fazer o certo pelo usuário. Manter essa filosofia com uma abordagem DevOps garantirá que o fluxo de trabalho permaneça suave e sustentável com o usuário final em mente.

Identifique os principais indicadores de desempenho e metas

Além de identificar quais métricas devem ser avaliadas para monitoramento, também é essencial que você atribua números-alvo e metas a serem atingidas. 

Por exemplo, um tempo de carregamento ideal e metas de duração do usuário. Em relação ao rastreamento de erros, você pode ter um limite de erro ou uma meta de tempo para correção. 

Esses números fornecem aos membros da equipe algo em que se empenhar e ajudam a identificar se uma parte do processo de APMC não está funcionando como deveria.

Automatize quando possível

Não apenas identifique e rastreie erros do sistema – configure suas ferramentas APM para tomar ações corretivas e definir alertas. 

Os alertas podem identificar quando surge a sombra de um problema, para que você saiba para onde voltar sua atenção para corrigir o curso. 

Crie uma automação que mudará seu aplicativo quando problemas específicos forem identificados, para agir como um band-aid enquanto você concentra sua atenção em resolver o problema da rota. 

Esses métodos mantêm você no caminho certo, garantindo que o usuário não seja afetado.

→  Aprofunde-se ainda mais neste tema. Baixe agora mesmo o eBook que lançamos com tudo o que você precisa saber sobre Monitoramento de Performance de Aplicações!

eBook Monitoramento de Performance de Aplicação